01 abril 2009

A LUZ DE TEU OLHAR














Pela luz dos teus olhos te amo
Pela transparência de tua alma te amo.
Pela delicadeza do teu ser te amo.
Pela tua voz doce, suave, te amo.
Amo-te aos poucos,
E aos poucos preenches o meu vazio
Amo-te crescendo,
Aprendendo a cada dia a te admirar mais e mais.
Amo-te pelo carinho que me dedicas
Amo-te pela tua mão firme a conduzir os meus caminhos.
Pela luz esverdeada dos teus olhos,
Meu corpo, minha alma, repousam no teu corpo.
Dias inesquecíveis, momentos de eterno amor
Dias, selados para sempre em um sonho tão meu.
E por me sentir amada, tão amada,
Doei minha alma aos teus encantos.
Perguntas-me por que te amo, e te respondo:
Na vida, não tive e jamais terei um amor tão sincero,
Enquanto a luz esverdeada dos teus olhos,
Me disser eu te amo meu anjo.
Sempre tua naty

4 comentários:

Roberto Ney disse...

que lindo!
obrigado pela visita e fico feliz que vc tenha gostado...
vc é de Portugal? estou pretendendo fazer uma pós graduação aí no ano que vem...
grande abraço e adorei o poema!

poetaeusou . . . disse...

*
Homenageando
o teu belo poema,
,
segreda para mim
a palavra amor
e dança comigo
o bailado da vida
marés sinfonadas
de olhares mendigados
em procurado intervalo
no tempo dos tempos
,
serenas marés, deixo,
,
*

Nanda Nascimento disse...

Quanta delicadeza em suas palavras...lindo!

Obrigada pela visita, espero recebê-la mais vezes no meu jardim.

Beijos e flores!

Nanda Nascimento disse...

P.s: Espero receber "vocês" novamente!