17 outubro 2010

O AMOR E O MAR














É no espaço entre o dia e a noite
Quando olho encantada
As tuas águas que escurecem
E te ouço cantar uma melodia
Silenciosa e meiga, sem igual,
Enquanto sinto o teu sabor
De mel e de sal
E o céu se enche de vermelhos,
Preenchendo a cor da minha alma,
Que eu sinto a maior calma
Para me entregar a ti.
Hipnotizada,
Apaixonada,
Embriagada
No teu prazer
Tenho a certeza de ser
Possuída
Enquanto me deleito
Pela magia da tua força,
Que tanto respeito.
Não tenhas ciúmes amor!
O mar é uma paixão
Dentro do meu peito.
Mas sempre que me deito
É contigo que sonho
De qualquer jeito.
Te amo